Bombas químicas HYBRID

Descrição

A bomba com resistência química HYBRID RC 6 é uma combinação de uma bomba rotativa de dois estágios e uma bomba com resistência química de duas fases. A bomba de diafragma mantém o reservatório de óleo sob vácuo, a fim de manter a pressão parcial dos vapores dos solventes em níveis abaixo dos pontos de condensação, reduzindo em grande quantidade a concentração de oxigênio e gases corrosivos.

RENDIMENTO

  • reduzida corrosão interna, mesmo quando se trabalha com vapores corrosivos
  • redução de 90% ou mais de óleo, em comparação com bombas de palhetas rotativas individuais
  • excelente conformidade com o meio ambiente, devido à recuperação de solventes eficiente (acessório ou estação de vácuo PC 8)
  • solução econômica: Na prática, muitas vezes não é necessário um retentor de condensados. Para grandes quantidades de vapor sugerimos a estação de vácuo PC 3 / RC 6 com retentor de condensados.
  • fácil manutenção devido ao design telescópico

 

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO TERMODINÂMICO DA BOMBA HYBRID

1. O vapor é extraído em baixa pressão e temperatura ambiente.

2. O vapor aquece a 60 °C através da troca de calor e compressão da bomba.

3. O problema da condensação "normal" com bombas de palhetas rotativas: No caminho para a pressão atmosférica, a pressão de vapor de saturação (de transição para o estado líquido) é atingida no interior da câmara de óleo. O resultado é a condensação e corrosão na bomba e poluição do óleo.

3 - Bomba de química-HYBRID: A bomba evacua os vapores do recipiente de óleo da bomba de palhetas rotativas. Especialmente no recipiente de óleo sob pressão e temperatura adequadas não for atingido condensação. (A condensação no interior da membrana livre de óleo da bomba é muito menos problemática.) Menos condensação significa menos corrosão e maior durabilidade do óleo. No caso de vapores de ácido a 20 mbar, no recipiente de óleo atingimos uma redução da corrosão de approx. 50.

 

Voltar ao topo